você perto de mim
“E só agora eu consigo te entender. Consigo entender o por quê de você ter me deixado sozinha. Eu nunca fui a pessoa pela qual você queria ao seu lado. Quando estava longe de você, não te escrevia cartas dizendo que sentia a tua falta, nunca coloquei aquela nossa música para tocar de propósito só para você lembrar de quando nos conhecemos, nunca sentei ao seu lado e sussurrei para você o quanto te amava e o quanto te queria ao meu lado pelo resto da minha vida (…)
Tonta. Nunca imaginei que iria acabar como acabou. Eu sinto sua falta, querido. Sei que não fui a namorada perfeita nem a mulher que você sonhava para ser a mãe de seus filhos. Mas em todas as vezes - mesmo se foram poucas - que eu disse que te amava, eu não estava mentindo. Não foram porque eu senti obrigação de dizer aquilo simplismente por estar com você. Foram porque eu te amo com todas as minhas forças, amo tanto que agora chega até doer. Sabe por que agora dói? Porque eu já tive você ao meu lado. E lembrar disso é como sentir várias facadas em meu coração. Eu já tive várias chances de te provar que o que eu sentia era verdadeiro, mas desperdicei cada uma delas.
Você não tem culpa, querido. Você sabe como eu sou. Menina de poucas palavras, de poucas atitudes (…) Eu te entendo. Sei que nunca fui boa o suficiente para você, sei que você é mil vezes melhor do que eu, em todos os sentidos. Sei também que você já estava cansado de me ouvir reclamar dos seus sapatos e roupas jogados em cima da cama, dos seus abraços em horas que eu estava ocupada e não podia te dar atenção (…) Ah, como sinto falta de tudo isso.
Sabe o que eu mais quero agora? O que eu mais sinto falta? De um tapete colorido, uma cama desarrumada, um filme de comédia romântica, e nós dois sorrindo como crianças. Uma tarde ensolarada, um sussurro ao pé do ouvido, uma música lenta, e o nosso cachorro pulando no sofá. Um café expresso, um prato de brigadeiro, e você dizendo me amar. Um casaco largo, uma chuva calma, um silêncio deliciosamente confortante, e os nossos olhares numa sintonia adorável. Um jeans surrado, uma mistura de amizade com paixão, um domingo tranquilo, e eu te ligando quando você estiver fora só para ouvir sua voz. Uma guerra de travesseiros, um banho morno, uma rotina, e nós dois jogados em qualquer canto da nossa casa. Um casal de filhos, uma educação engraçada, um surpreendente futuro, e eu agradecendo por ter você ao meu lado. Uma história para contar, um jeito gostoso de curtir a vida, uma casa bem grande, e você contando aos nossos netos como tudo começou.
‘As pessoas só dão o devido valor as coisas quando às perdem.’ E finalmente essa frase começa a fazer algum sentido pra mim. O problema é que eu sempre acho que você vai perceber a burrada que fez e vai correr atrás de mim. Eu sempre acho que você vai se colocar no meu lugar, sentir um pouco da minha dor e tentar fazer diferente, mas não. Sou orgulhosa demais para admitir que a pessoa errada nisso tudo, sou eu.
Me desculpe. Prometo mudar. Prometo deixar o orgulho de lado só pra não te deixar ir embora outra vez. Prometo tentar ser a pessoa pela qual você deseja todos os dias. Prometo tentar ser a mulher perfeita para ser a mãe dos seus filhos. Prometo rir dos seus sapatos e roupas jogados em cima da cama, prometo te beijar todas as vezes em que você tentar me abraçar quando eu estiver ocupada, prometo ir ao estádio de futebol com você assistir aquele jogo que eu acho super tedioso mas que você acha incrível do seu time (…) Prometo te fazer feliz, querido.
Volte. Volte para os meus braços, volte para a minha casa, volte para a minha vida. Me faça sorrir apenas com o teu ‘bom dia’, me faça sentir a mulher mais feliz do mundo simplismente por ter você comigo. Ter você comigo para sempre. Volte, apenas volte.” (dilacerar)
theme por dilacerar; inspirado em inexistir + detalhes de decepcionar. Não copie, não remova isso, por favor.

Nunca sei quando eu to de tpm porque eu sou chata, sensível, irritante e estressada todo dia. 

(via s-mile-for-life)


4 months ago · 37,552 notes · post original de: promisse-deactivated20130501 · Reblog


1 year ago · 0 notes · Reblog


1 year ago · 0 notes · Reblog


1 year ago · 0 notes · Reblog

Nesse filme a gente aprendi que o cão é o melhor amigo do homem *-* 

Nesse filme a gente aprendi que o cão é o melhor amigo do homem *-* 


1 year ago · 0 notes · Reblog


1 year ago · 0 notes · Reblog


1 year ago · 0 notes · Reblog


1 year ago · 0 notes · Reblog


1 year ago · 0 notes · Reblog


1 year ago · 0 notes · Reblog